segunda-feira, dezembro 03, 2012

Iluminações

Certos momentos têm a capacidade de me desconcertar, apesar de na maior parte do tempo não andar concertada. Dançar ao som da Canção do Engate no Incógnito com alguém que não se conhece mas com quem se estabelece uma química valente foi um desses momentos. É como depois deixar o sapato de cristal para trás, sabendo que ninguém vai andar a experimentá-lo em variados pés até encontrar o nosso.

Daqui a uns tempos já nem me vou lembrar da situação mas lembro-me de, no meio da parca conversa, ter dito que se o mundo acabasse dia 21 que ia feliz porque tenho pessoas que gostam de mim e de quem gosto e não precisava de mais nada.

Fez-se luz naquele pedaço de tempo curto.

2 comentários:

Carla Veríssimo disse...

... sabe tão bem esse momento...

Isobel disse...

e pode mudar tanta coisa embora lentamente...