domingo, novembro 25, 2012

Epifanias

Em certos dias que não são necessariamente chuvosos, tenho iluminações a partir de pormenores. Estou aborrecida, vou com a música a entrar pelos ouvidos adentro, não me apetece ser incomodada pelo barulho do mundo e, de repente, há qualquer expressão, qualquer olhar, qualquer recanto que me faz perceber. São nano momentos muito importantes.

Perceber traz-me tranquilidade, perceber faz com que eu aceite e siga. Há muitas coisas que ainda não percebi para mim, passados muitos anos, e posso não vir a entender mas, no essencial, a paz constrói-se aos poucos, como tudo em que a gente toca - por muito que o ritmo da vida pareça alucinante.

Sem comentários: