segunda-feira, janeiro 17, 2011

Gastar dinheiros públicos em coisas pessoais é fixe!

Mas será possível que não exista ninguém isento, neste país? Acharão pessoas como o maestro Vasco Graça Moura normal que se gastem dinheiros públicos para uso pessoal? Eu em todo o sítio em que trabalhei (e, logicamente, não era público) nem chamadas de cariz pessoal fazia do telefone de trabalho. No meio disto tudo, os parvos são mesmo os que não metem ao bolso. A seriedade e honestidade parece estar mesmo muito fora de moda.

Sem comentários: