quarta-feira, dezembro 03, 2008

Quem consegue comer o Babe?

Como sabem, todos os dias recebemos publicidade inútil no correio - eu recebo a dobrar porque não tenho nenhum autocolante na caixa a dizer que não a quero. De todas as publicidades, a inútil é a que mais prezo e, como tal, costumo escolher os melhores exemplares de entre a lixarada. Claro, fiquei deliciada com o que se vê acima. Quem é que consegue comer o porco depois de olhar para a imagem cândida e fofinha de um porquinho tenro e pequeno, praticamente um Babe? Fisicamente, é impossível uma criatura daquele tamanho dar lugar ao pedaço gigante de churrasco que se vê já no espeto. Mas fica-se psicologicamente devastado pelo contraste, ai isso fica-se de certeza.

6 comentários:

FccNunes disse...

ahhh, cá está o babe!! Ainda me lembro disto! lol, estas "promoções" de viagens são geniais!! A do fim de ano é igualmente apetitosa!! Mas nada comparado com o babe, realmente! lolol

paperdoll disse...

loool isso agora fez-me lembrar uma cena. há um restaurante na mealhada, chamada churrasqueira rocha (já agora, passo a publicidade). é onde se come o melhor leitão à bairrada, que deus os guarde! lol back to the point/voltando ao ponto: esse restaurante tem uma imagem enorme no edifício de um leitaozinho em cima de uma folha de alface, feliz e contente como se estivesse a escorregar! "aweeeeeeeeeeeee - disse o alegre porquinho, antes de ser colocado no espeto." ahaha eu sempre que lá entro comento este facto!

Isobel disse...

Filipão, olha bem para aquele focinhot tão foooofoooo :D

Hmmm, tenho de ver se apanho a do fim de ano, bolas... mas se dizes que não supera, acredito loool

Gosto do ar das pessoas nestes panfletos, estão estupidamente felizes looooooool

Isobel disse...

paperdoll, tens de pedir uns trocos ao pessoal do restaurante pela publicidade...

Ignorance is a bliss, certo? :D Os bichos não sabem ao que vão, só podem estar felizes por serem porcos e poderem fazer poses que só as pessoas costumam fazer.. bem, as pessoas não costumam escorregar em folhas de alfaca, a não ser que estejam para ser comidas nalguma ilha de canibais LOOL!

É tão bom ligar a pormenores que não têm qualquer relevância na vida da maior parte dos seres humanos, não é? ah, ah, ah, ah!

paperdoll disse...

aquele é um desenho fofinho e o porco está mesmo a rir de contentamento! só lá vou uma ou duas vezes por ano mas a ver se um dia tiro foto. quem desenhou aquilo, era doente. só pode.
e sim, acho triste eu reparar nestas coisas... lol

Isobel disse...

:D looool já o vi, neste fim de semana que passou, tem batatinhas e uma alface ao pé :D
Vá, a tua tristeza é a alegria de muitos :D pelo menos, minha, já não é mau porque gosto desses pormenores inúteis loool